sexta-feira, 11 de março de 2016

O PROCESSO DE GLOBALIZAÇÃO

APÓS LEITURA DO TEXTO ABAIXO RESPONDA AS QUESTÕES A SEGUIR.
O PROCESSO DE GLOBALIZAÇÃOGEOGRAFIA
A globalização corresponde a um processo dinâmico de interação entre as nações, proporcionado pelos progressos técnicos dos meios de transportes e telecomunicações, com destaque para os avanços informacionais das últimas décadas.
A globalização é um fenômeno caracterizado pela intensificação das relações econômicas, comerciais e culturais entre os países, onde as constantes inovações tecnológicas nas áreas de transportes e telecomunicações são capazes de diminuir as distâncias e transcender as fronteiras nacionais.
Se buscarmos um ponto de partida para o processo de globalização, podemos destacar o advento das Grandes Navegações, quando ocorreu um incremento do comércio entre as mais diferentes partes do globo. Esse marco histórico foi seguido por uma necessidade de aumentar a escala de produção, o que culminou com a Revolução Industrial durante os séculos XVIII e XIX. Nesse período, as modificações na estrutura de produção substituíram gradualmente o trabalho artesanal e a manufatura, principalmente com a introdução da máquina a vapor e posteriormente a utilização da energia elétrica.
Já no século XX a expansão dos mercados financeiros e das empresas transnacionais correspondeu ao evento mais relevante no que diz respeito à ampliação dos fluxos de capitais e mercadorias no mundo globalizado. A partir da década de 1950 as empresas transnacionais começaram a direcionar suas filiais para os países subdesenvolvidos e, em pouco tempo, passaram a dominar o comércio internacional.
Quanto mais essas empresas foram crescendo, expandindo seus mercados, necessitaram de mais investimentos tecnológicos e da aplicação de novos métodos de produção. Esses métodos estabeleceram uma maior flexibilidade nos sistemas de inovação e fabricação dos produtos, a fim de atender mercados consumidores de localidades distintas e aproveitar da melhor maneira possível a utilização do espaço, das matérias-primas e da mão de obra. O setor de transportes precisou se adaptar às novas demandas para garantir uma distribuição eficiente e segura das mercadorias.
O conjunto de modificações tecnológicas que ocorreram a partir da década de 1970 ficou conhecido como Revolução Técnico-Científica. Além de alterar a estrutura de produção e comercialização, essas transformações introduziram descobertas que conduziram ao atual modelo de telecomunicações. Entre essas descobertas, podemos identificar a robótica, a microeletrônica e os satélites. A Revolução Técnico-Científica contribuiu para o desenvolvimento de produtos que utilizamos em nosso cotidiano como os microcomputadores, smartphones etablets, responsáveis pelo acesso às redes sociais e pela transmissão de grande quantidade de informações em tempo real. Essas ferramentas também determinaram a integração das bolsas de valores ao redor do mundo e permitiram um fluxo dinâmico e constante de informações, capitais e mercadorias.
Atualmente a globalização está em uma etapa de interações avançadas entre os países, o que está evidente nas crises cíclicas do sistema capitalista, que estão alcançando cada vez mais rapidamente as nações mais industrializadas. Outro fato marcante é que os países considerados emergentes estão começando a participar mais ativamente do sistema econômico-financeiro mundial, posto que a inserção desses países, até duas décadas atrás, estava limitada à periferia do capitalismo mundial e ao fornecimento de matérias-primas.

SILVA, Júlio César Lázaro Da. "O Processo de Globalização"; Brasil Escola. Disponível em . Acesso em 11 de marco de 2016.


  • Questão 1
Um relatório do Fórum Econômico Mundial assinala que os países emergentes, apesar do vistoso desempenho econômico dos últimos anos, ainda estão muito atrasados no investimento em tecnologias da informação (TI), isto é, os sistemas de gerenciamento de dados e de comunicação. Trata-se de uma área crucial para que o desenvolvimento desses países, entre os quais está o Brasil, mude de patamar, dando-lhes melhores condições de competir com os países ricos e de proporcionar bem-estar à população. O estudo do Fórum adverte que a demora na superação das deficiências comprometerá o potencial de expansão dos emergentes [...].
Nesse ranking anual de conectividade, o Brasil subiu do 65.º para o 60.º lugar entre 144 países, abaixo de Rússia (54.º) e China (58.º) e acima de Índia (68.º) e África do Sul (70.º). Na América Latina, o Brasil é superado por Chile (34.º), Porto Rico (36.º), Barbados (39.º), Panamá (46.º), Uruguai (52.º) e Costa Rica (53.º). A classificação leva em conta fatores como a infraestrutura, o nível de preparo para o uso de TI, a qualidade e o custo do acesso aos sistemas e a facilidade para fazer negócios e promover inovação, além dos efeitos da TI sobre a economia e a sociedade [...].
O Estado de S. Paulo, 27 de abril de 2013. Lento avanço tecnológico. Disponível em: Estadão.com
Com base na leitura do texto, podemos dizer que o processo de globalização e difusão de tecnologias é:
I. Desigual, acompanhando sempre os níveis de desenvolvimento econômico.
II. Dinâmico, baseado nas transformações provocadas pelos avanços tecnológicos.
III. Estrutural, uma vez que necessita de bens materiais para estabelecer a sua expansão.
IV. Revolucionário, pois realiza sua expansão rapidamente, mesmo em zonas periféricas.
São corretas as afirmativas:
a) I e II
b) II e III
c) I e IV
d) III e IV
e) II, III e IV


  • Questão 2



Carlos Ruas. Um Sábado Qualquer. Disponível em: Um sábado qualquer.
Assinale a alternativa que indica a característica da Globalização representada pela tirinha:
a) Mercantilização da Economia
b) Formação de Acordos Econômicos
c) Cartelização
d) Expansão das empresas globais
e) Censura aos meios publicitários


  • Questão 3
Nas últimas décadas, produziu-se um verdadeiro movimento sísmico no processo de produção global. Centenas de grandes empresas americanas e algumas europeias deslocaram parte ou grande parte de sua cadeia de produção e distribuição para a China, a Índia e outros países asiáticos, induzidas pelas vantagens comparativas proporcionadas por baixos salários, recursos humanos de aceitável qualidade em nível técnico e gerencial, e um dos mercados internos em franca expansão nos países receptores. Isso gerou uma fragmentação e dispersão geográfica do processo capitalista de produção, o qual se converteu em um processo “desnacionalizado” que aliena e fragmenta os conceitos de “nação” e “indústria”; transforma-se a categoria que dominou a análise do capitalismo industrial, a tomada de decisões e a geração de políticas durante décadas: “a indústria nacional”. Essa profunda mudança estrutural forma um novo paradigma que se consolidará à medida que a internacionalização industrial e sua fragmentação se vejam facilitadas pela experiência acumulada, a tecnologia e os avanços em matéria de comunicação, transporte e logística.
GARRAMÓN, C. Paradigmas que condicionam o curso da economia global.Opinion Sur, nº117, maio de 2013
Pode-se afirmar que esse processo de fragmentação e internacionalização industrial:
a) não possui uma relação direta com a Globalização, uma vez que os instrumentos estruturais e as técnicas empregadas são de baixo custo e atingem regiões não globalizadas.
b) caracteriza-se pela expansão das empresas globais do mundo desenvolvido em direção, preferencialmente, a países emergentes, assinalando uma concentração industrial exclusiva de nações com economia em desenvolvimento.
c) abaliza a mundialização nas etapas das operações fabris, em que as diferentes parcelas de uma mesma produção se descentralizam para além das fronteiras nacionais e dos limites continentais.
d) demonstra a importância da coesão da maquinofatura, caracterizada pela produção em massa e pela manutenção das formas tecnológicas de uma mesma época.
e) efetua-se pela dinamização e consolidação da social democracia, um modelo econômico pautado pela mínima intervenção do Estado e pelo predomínio da iniciativa privada.


  • Questão 4
O controle de parcelas significativas do mercado mundial está entre os mais claros sinais de desenvolvimento econômico. A repartição desse mercado entre as nações é extremamente desigual. Os países desenvolvidos controlam a fatia predominante do bolo, embora se registrem avanços significativos dos grandes países em desenvolvimento, especialmente a China.
MAGNOLI, D. Geografia para o Ensino MédioSão Paulo: Atual, 2008. p.385.
A tendência atual, no contexto da globalização econômica das relações internacionais, é caraterizada pela concretização de um paradigma mundial, representado:
a) pela oposição entre os países do norte desenvolvido e do sul subdesenvolvido, caracterizando uma nova forma de se regionalizar politicamente o mundo.
b) pela fragmentação industrial, em que as sedes das grandes empresas multinacionais se deslocam para polos comerciais de economias emergentes.
c) pela nova política de controle da produção industrial em benefício da preservação dos recursos naturais.
d) pelo fim do mercado especulativo financeiro e pelo estabelecimento de uma ordem econômica informacional, eminentemente não oligopolizada.
e) pelo crescente fluxo de capitais e informações, distribuído homogeneamente pelo globo terrestre.


  • Questão 5
(UFF – 2012)


O título do mapa refere-se a uma parcela da população mundial que, ao ter acesso à difusão instantânea, comporia uma espécie de ComunidadeInternacional, ancorada em redes como as ilustradas acima.
A comparação entre a localização geográfica das redes televisivas e a da maior densidade de usuários de internet admite a indicação de outro título adequado a esse mapa. Assinale-o.
a) Colonização inversa: a provocação dos centros
b) Polarização Norte-Sul: a fragmentação global
c) Globalização em foco: um choque de civilizações
d) Integração regional: o protagonismo das periferias
e) Comunicação digital: o fim das diferenças culturais


  • Questão 6
(UERJ – 2013)
3ª do plural (Engenheiros do Hawaii)
Corrida pra vender cigarro
Cigarro pra vender remédio
Remédio pra curar a tosse
Tossir, cuspir, jogar pra fora
Corrida pra vender os carros
Pneu, cerveja e gasolina
Cabeça pra usar boné
E professar a fé de quem patrocina
Eles querem te vender, eles querem te comprar
Querem te matar a sede, eles querem te sedar
 (...)
Corrida contra o relógio
Silicone contra a gravidade
Dedo no gatilho, velocidade
Quem mente antes diz a verdade
Satisfação garantida
Obsolescência programada
Eles ganham a corrida antes mesmo da largada
(...)
Os diferentes modelos produtivos de cada momento do sistema capitalista sempre foram o resultado da busca por caminhos para manter o crescimento da produção e do consumo. A crítica ao sistema econômico presente na letra da canção está relacionada à seguinte estratégia própria do atual modelo produtivo toyotista:
a) aceleração do ciclo de renovação dos produtos
b) imposição do tempo de realização das tarefas fabris
c) restrição do crédito rápido para o consumo de mercadorias
d) padronização da produção dos bens industriais de alta tecnologia


O MEIO AMBIENTE PEDE SOCORRO

Loading...